Maju Coutinho pede desculpas após ser cancelada pela web

474

A apresentadora Maju Coutinho foi ” “cancelada” após fazer um comentário infeliz sobre a pandemia, dizendo que  “ o choro é livre”.

“Os especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus.

O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem”.

Logo após, por causa disso,  a rede Globo emitiu uma nota ,explicando a opinião da apresentadora.

“Maria Julia Coutinho quis dizer ontem que, por mais amargas que sejam” as medidas de isolamento social são necessárias, sobre a dor daqueles que precisam manter seus negócios fechados, assunto abordado no Jornal”.

No entanto, a emissora tentou “passar pano ” para Maju, jogando a responsabilidade de suas palavras no governo.

“Hoje desta quarta-feira, Maria Julia Coutinho disse ao final da reportagem: ‘Desejo também agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e também as famílias que estão aguardando auxílio emergencial”.

Pedido de desculpa!

Maju,  usou o programa desta sexta-feira (19),para pedir desculpas pela  expressão usada por ela.

“Ontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei no improviso uma expressão infeliz que precisa de um complemento para deixar bem claro o que queria dizer”, afirmou.

“Eu reitero hoje aqui esse desejo, me desculpo pela expressão que usei anteontem e vemos nessa, bola pra frente”, continuou Maju.

Além disso, ela ressaltou a importância das medidas de isolamento durante a pandemia.

“Eu quis dizer que por mais que sejam amargas as medidas de isolamento, são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde”.

E por fim, disse que entendia o lado das microempresas fechadas.

“Eu também entendo perfeitamente a dor dos pequenos e médios empresários que têm que manter os negócios fechados”, disse ela.

Karol Conká ganha serie no globoplay.