Covid-19- Brasil chega a 500 mil mortes.

Desde o começo da pandemia, um brasileiro morreu com a doença a cada um minuto e 20 segundos.

8
Covid-19- Brasil chega a 500 mil mortes.
Brasil de luto.

Neste domingo, 20, o Brasil atingiu a marca de 500 mil mortes por covid-19.

Assim o País ultrapassou a marca de 500 mil mortes, apenas em 50 dias depois que atingimos a marca de 400 mil óbitos e cerca de 15 meses após a primeira morte da doença no Brasil.

Foram 2.073 óbitos em média nos últimos sete dias, o que indica uma aceleração de 27% na comparação com 14 dias atrás.

O índice está acima de 1.000 há 150 dias. Durante a chamada primeira onda, o maior tempo que a média móvel ficou acima de mil foi 31 dias.

Leia mais

Crise Sanitária no Brasil

Sendo assim meio milhão de brasileiros morreram em razão de uma doença que pode ser prevenida.

Assim a cada vez que o relógio contou um minuto e 20 segundos, uma pessoa perdeu a batalha contra o covid-19 e deixou o convívio de amigos e familiares.

Uma sucessão de falhas no combate à pandemia, na avaliação de especialistas em saúde.

Sem dúvida, estamos atravessando o maior desastre sanitário que o país já viveu. Com um impacto que vai durar por gerações.

Falamos sobre meio milhão de óbitos que, poderiam ter sido evitados por distanciamento social, uso de máscaras de proteção, testagem e vacinação. 

Jair Bolsonaro e a Pandemia

Jair Bolsonaro restringiu o acesso as informações e dados referentes ao covid-19. Tentando evitar assim que a imprensa noticiasse a situação infeliz que o Brasil vem enfrentanto.

Sendo assim o governo de Bolsonaro jamais encarou a pandemia como seria necessário.

Tratou a “Pandemia” como uma “Gripezinha”. Apostou também em remédios sem eficacia comprovada contra o vírus.

Bolsonaro ignorou e-mails de empresas internacionais que oferecia vacinas, esnobou da crise mundial, não defendendo o uso de máscaras, distanciamento e isolamento social. Ao contrario disso assim o “presidente” que deveria ser “Exemplo”.   

Vacinação 

Segundo dados o Brasil já vacinou desde o inicio da vacinação em janeiro 87,4 milhões de brasileiros o que representa apenas 11,47% estão vacinadas com a segunda dose.

Assim continuamos caminhando em passos lentos, já que com a vacinação poderíamos, ter evitado dezenas ou até centenas de mortes.

Afinal vidas poderiam ter sido poupadas, com mais “vacinas”, e sem o negacionismo de Bolsonaro.

Assim sendo, temos a triste notícia que meio milhão de brasileiros perderão suas vidas pelo covid-19.

O então presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro, não se manifestou sobre a trágica marca alcançada pelo Brasil neste domingo.

Ao contrario, ele estava entre zombar das manifestações e divulgar a entrega de títulos de propriedade feita por ele em Marabá, com uma comitiva que incluía desde ministros ao pastor Silas Malafaia.

Enfim…O governo, não há sensibilidade e solidariedade as famílias que vivem o luto pela perda dos seus.