Aumento de casos de covid no Brasil é real.

69
Aumento de casos de covid no Brasil é real.
UTIs brasileiras estão lotadas.

Nas últimas semanas alguns estados brasileiros registraram um aumento nos casos de covid e no número de mortes.

Entretanto essa é uma situação real no Brasil já que o País tem 3% da população mundial é tem 33% das mortes diárias decorrentes da covid-19.

Viih Tube é desmascarada após aproximação de líder

Além disso, morreu mais gente em março no País do que na pandemia inteira em 109 países, que soma 1,6 bilhão de habitantes.

Segundo dados oficiais de hospitais brasileiros,  o número de mortes por covid-19 já pode ter passado de 443 mil, quase 120 mil a mais que as estatísticas divulgadas.

Ainda que o Brasil tem a pior campanha de vacinação contra a covid-19, ficando assim em 18° lugar no mundo com 18 milhões de doses distribuídas para  212 milhões de habitantes.

Até então, o Brasil  vacinou 7% da sua população com pelo menos uma dose. O Reino Unido vacinou 45%, o Chile, 35%, e os EUA, 29%.

Oficialmente, o Brasil encerramos o mês de março com a marca trágica de 321 mil mortos por covid-19 desde o inicio da pandemia, tendo assim o pior mês já registrado.

Conforme dados divulgados começamos o mês de abril com os números de óbitos elevados. Só no dia 8/04 foram registrados 4.190 mortes pelo coronavírus, sendo assim a pior marca registrada.

Totalizando até ontem quinta-feira(8) 345.287 vitimas desde o inicio da pandemia em 2020.

Portanto 11 estados brasileiros continuam com alta no número de mortes. Três estados não possuem vaga em leito de UTI e 14 estados estão com mais de 90% dos leitos já ocupados.

Assim sendo alguns Especialistas  afirmam que chegaremos a 500 mil óbitos até metade de 2021 caso medidas mais rígidas de isolamento não sejam adotadas.

Com a finalidade de evitar uma crise humanitária a OMS ( Organização Mundial da Saúde) diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom: “O número de casos aumenta, o número de mortes aumenta. O Brasil tem de levar isso a sério, seja o governo, seja o povo”